Trigo sobe à máxima em quase três meses em Chicago com tensão Rússia-Ucrânia

324

Porto Alegre 22 de fevereiro de 2022 – A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o trigo encerrou com preços acentuadamente mais altos. Os contratos subiram aos maiores níveis desde 29 de novembro, impulsionados por temores de que o reconhecimento pela Rússia de duas regiões separatistas da Ucrânia possa provocar um conflito que interromperia o fornecimento de trigo pelo Mar Negro. Outro fator altista, que aparece com menos influência, é o clima seco sobre as lavouras das Planícies dos Estados Unidos.

Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 120.000 toneladas de trigo hard vermelho de inverno para a Nigéria. A entrega está programada para 2021/22 e 2022/23, metade a metade.

No fechamento de hoje, os contratos com entrega em março de 2022 eram cotados a US$ 8,44 1/4 por bushel, ganho de 47,25 centavos de dólar, ou 5,92%, em relação ao fechamento anterior. Os contratos com entrega em maio de 2022 eram negociados a US$ 8,52 1/2 por bushel, alta de 48,50 centavos de dólar, ou 6,03%, em relação ao fechamento anterior.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA