Futuros do petróleo sobem com perspectiva de alta demanda e oferta apertada superando preocupações

159

    Porto Alegre, 27 de junho de 2022 – Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam em alta, após um dia de mercado volátil. A perspectiva de uma demanda mais alta a curto prazo com a aproximação do feriado de 4 de julho nos Estados Unidos superou qualquer preocupação com uma recessão que os mercados de ações podem ter levantado mais cedo.

    Os últimos indicadores norte-americanos, como pedidos de bens duráveis e vendas pendentes de imóveis, vieram mais positivos do que o esperado, indicando uma demanda do consumidor ainda forte. “Dados econômicos mais fortes normalmente seriam positivos para as perspectivas de demanda por petróleo, mas no momento a reação pode ser negativa já que os traders verão fortes leituras como um sinal verde para que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) aperte ainda mais sua política monetária para combater a inflação”, explicam analistas da Oanda.

    Isso somado à preocupação com um acordo com o Irã que poderia trazer mais petróleo para o mercado causaram pressão negativa sobre os preços durante o dia.

    Mas, a expectativa de oferta ainda mais apertada devido a possíveis novas sanções sobre a Rússia foi mais forte. O G-7 (grupo composto por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Canadá) ainda discute de que forma pode liomitar a venda de petróleo e gás natural russos.

    Membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, incluindo a Rússia, conhecido como Opep+, provavelmente manterão um plano para acelerar o aumento da produção de petróleo em agosto, quando se reunirem na quinta-feira. O cartel também reduziu seu

superávit projetado para 2022 no mercado de petróleo para 1 milhão de barris por dia (bpd), abaixo dos 1,4 milhão anterior.

    Equanto isso, a companhia petrolífera nacional da Líbia, membro da Opep, disse hoje que pode ter que suspender as exportações na área do Golfo de Sirte dentro de 72 horas em meio à agitação popular que restringiu a produção.

    O preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para agosto subiu 1,95%, cotado a US$ 109,57 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para agosto avançou 1,75%, cotado a US$ 115,09 o barril.

     As informações partem da Agência CMA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS  

Copyright 2022 – Grupo CMA