Tempo aberto deve predominar em grande parte do Brasil ao longo da semana – Rural Clima

119
clima

Porto Alegre, 3 de junho de 2024 – De acordo com o alerta agroclimático da Rural Clima, o tempo aberto deve predominar em grande parte do Brasil ao longo da semana.

O agrometerologista Marco Antonio dos Santos destaca que no feriado de Corpus Christi houve registro de geadas pontuais em áreas do Paraná, Mato Grosso do Sul e Paraguai, mas de baixo impacto. Segundo ele, a intensidade da geada foi fraca, sem perdas significativas no milho.

Nessa segunda-feira, uma frente fria está avançando pelo leste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, provocando chuvas ao longo do dia de hoje. Santos destaca que essa frente fria deve se deslocar à costa da Região Sudeste amanhã, levando chuvas para áreas litorâneas do Paraná e de São Paulo.

A Região Sul deve voltar a ter tempo firme até o dia 12, quando as chuvas devem retornar ao Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O agrometeorologista ressalta que, ao longo de junho, as chuvas devem ficar concentradas em parte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, assim como na faixa leste da Região Nordeste e no extremo norte da Região Norte. “Há também uma possibilidade de que possa chover um pouco na segunda metade de junho em São Paulo e Mato grosso do Sul, bem como no extremo sul do Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais”, disse.

No que tange às temperaturas, Santos informa que os próximos 15 dias deverão ser marcados pela ausência de riscos para geadas no Brasil.

Paraguai

De acordo com a meteorologista Ludmila Camparotto, o Paraguai deve ter um tempo mais aberto nos próximos 10 dias. O sul do país poderá registrar chuvas mais irregulares entre os dias 14 e 15. “O sistema pode ganhar intensidade no Paraguai a partir do dia 16, provocando chuvas na faixa central e na região do Alto Paraná. Já na região do Chaco, a chance de chuvas é um pouco mais limitada entre os dias 16 e 17”, afirma.

Ludmila ressalta que as temperaturas tendem a se elevar no Paraguai nos próximos dias.

Somente em julho é que há uma expectativa de chuvas um pouco melhores sobre o Centro-Sul do Paraguai, muito embora as precipitações devem ser mais limitadas para o país ao longo de agosto e setembro.

Acompanhe a Safras News em nosso site. Siga-nos também no InstagramTwitter e SAFRAS TV e fique por dentro das principais notícias do agronegócio!

Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Safras News

Copyright 2024 – Grupo CMA