SLC reduz produtividade da soja para 2023/24; milho e algodão mudam pouco

802
slc agrícola

Porto Alegre, 5 de dezembro de 2023 – A SLC Agrícola divulgou uma revisão de suas estimativas de produtividade para as culturas de soja, milho e algodão para a temporada 2023/24. A Companhia também decidiu ajustar a área plantada para a safra 2023/24 devido às intempéries climáticas causadas pelo fenômeno El Niño.

O cerrado brasileiro vem sofrendo com chuvas abaixo da média histórica e altas temperaturas. Essas condições climáticas foram inadequadas para o desenvolvimento da soja, principalmente no oeste do Mato Grosso, região mais afetada pela seca.

Tendo em vista a otimização do potencial produtivo das culturas será necessário realizar a descontinuação de 16 mil hectares de soja, com a transferência dessa área, inicialmente projetada para plantio de soja + algodão 2a safra, para unicamente o plantio de algodão 1a safra, pois possui melhor potencial produtivo. Além disso, devido ao replantio de 19 mil hectares de soja, a área do milho 2a safra sofrerá uma redução de 7,7 mil hectares em relação ao inicialmente projetado.

O rendimento algodão primeira safra está previsto 2.019 quilos por hectare, avanço de 1,2% ante o orçado – 1.996 quilos. O algodão segunda safra é projetado em 1.863 kg /ha, estável em relação ao orçado.

O milho segunda safra está previsto em 7.588 kg/ha, igual ao orçado. A soja (comercial + sementes) deve ter um rendimento de 3.667 quilos por hectare, baixa de 7,3% ante o orçado – 3.954 quilos. A redução no potencial produtivo da soja reflete a estiagem e as altas temperaturas ocorridas no estado do Mato Grosso.

Não houve alterações no custo por hectare, pois o aumento de custo devido ao replantio será compensado pela redução de custos nas áreas que sofreram com a seca.

Acompanhe a Agência Safras no nosso site. Siga-nos também no InstagramTwitter e SAFRAS TV e fique por dentro das principais notícias do agronegócio!

Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2023 – Grupo CMA