Sachsida vai pedir estudos para privatizar Petrobras e Pré-Sal

155
Foto: Bruno Spada/MME

     São Paulo, 12 de maio de 2022 – O Ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, realizou ontem, uma declaração à imprensa. O novo titular da parta disse que seu primeiro ato será pedir um estudo para avaliar a privatização da Petrobras e do Pré-Sal. “Fundamental também darmos prosseguimento ao processo de privatização da Eletrobras”, completou.

     Segundo o ministro, a continuidade da desestatização da Eletrobras seria um sinal importante para atrair mais capitais para o Brasil.

     Sachsida destacou o realinhamento mundial dos investimentos, saindo da Rússia e da China e indo para “democracias ocidentais amigas”. Dessa forma, prosseguiu o ministro “as reformas pró-mercado possibilitaram ao Brasil se tornar o porto seguro neste período de incerteza e turbulência mundial. No primeiro trimestre deste ano, segundo a Bloomberg, enquanto houve forte saída de capital em ações na China (US$ 117 bilhões), observou-se entrada de cerca de US$ 12 bilhões no Brasil neste período”.

     Para o ministro, essa rodada é decisiva. “Países que aproveitarem essa janela de realocação produtiva do investimento mundial terão ganhos sustentáveis de longo prazo”.

     Sachsida reforçou a posição do Brasil como referência mundial no que diz respeito à segurança alimentar e energética. “Nossa matriz de energia é limpa e sustentável. Investir em fontes energéticas limpas é um caminho seguro a ser trilhado, e o Brasil se orgulha de sua matriz energética se encontrar entre as mais limpas do mundo”.

     O ministro defendeu a parceria com o Congresso Nacional para “aprovar os seguintes projetos de lei para aprimorar nossos marcos legais e melhorar a segurança jurídica dando a previsibilidade necessária para que o investimento privado flua cada vez mais para o Brasil:  PL 414/2021 (antigo PLS 232/2016) – Modernização do Setor Elétrico e PL 3178/2019 – Mudança do regime de partilha para concessão”.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS