Risco de geada existe, mas está perdendo força – Rural Clima

153

     Porto Alegre, 13 de maio de 2022 – Conforme o alerta agrometeorológico da Rural Clima de hoje, os modelos meteorológicos começam a mostrar que a massa de ar polar que irá para atuar sobre o Brasil na próxima semana está perdendo força. “As temperaturas extremamente baixas previstas para os dias 17, 18 e 19 já vêm se mostrando mais altas pelos modelos”, destaca o agrometeorologista Marco Antonio dos Santos.

     Segundo Santos, em região de altíssimas altitudes, com em Guarapuava, no Paraná, onde as mínimas estão previstas entre zero grau e 1 grau, há chance de geada. “O centro de alta pressão, que no começo da semana estava indicado em 1.023 milibares, mostrando muito frio, já não aparece mais hoje na rodada do modelo americano” disse.

     Santos ressalta que ainda é cedo para falar que não haverá geadas, pois a massa de ar polar vai avançar sobre o Centro-Sul do Brasil, atingindo áreas até ao norte de Goiás, norte de Minas Gerais e Mato Grosso. “A semana que vem tem tudo para ser extremamente fria, algo incomum para o mês de maio. O risco de geada ainda existe, mas vem perdendo força, por conta da nebulosidade prevista para muitas regiões na semana que vem. A rodada de hoje dos modelos já tirou o centro de alta pressão do Brasil”, analisa.

     Por outro lado, chama a atenção que as temperaturas indicadas para o sul de Minas Gerais são bastante baixas na próxima semana nas regiões cafeeiras mais altas, como em Varginha e Poços de Caldas, onde as mínimas estão previstas entre 3 a 4 graus. “Isso preocupa, mas falar que pode haver uma geada tão severa como a verificada em 2021 é algo prematuro”, alerta.

     Santos acrescenta ainda que será preciso observar como se dará a entrada dessa massa de ar polar no Brasil e o seu comportamento. “Se a massa de ar polar avançar de forma mais lenta o risco de geada será menor. Se ela avançar de forma mais rápida, o risco de ocorrência de geada aumenta devido à nebulosidade que estará presente também”, conclui.

     Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA