Realização e demanda limitada pressionam queda forte do milho em Chicago

143

Porto Alegre, 18 de maio de 2022 – A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão de hoje com preços acentuadamente mais baixos. O mercado estendeu o movimento de realização de lucros, assimilando também uma demanda mais limitada do cereal voltado a produção de etanol.

A previsão de temperaturas um pouco mais elevadas no cinturão produtor norte-americano, permitindo um melhor andamento para o plantio de milho no país, também ajuda a pressionar as cotações.

A produção de etanol de milho dos Estados Unidos ficou estável na semana encerrada em 13 de maio, atingindo 991 mil barris diários (*), segundo dados da AIE (Administração de Informação de Energia). Já os estoques de etanol dos Estados Unidos passaram de 24,140 milhões de barris para 23,791 milhões de barris no mesmo período comparativo (-1,44%). (*) Cada barril equivale a 159 litros.

Na sessão, os contratos de milho com entrega em julho fecharam a US$ 7,81 1/2 por bushel, recuo de 19,25 centavos de dólar, ou 2,4%, em relação ao fechamento anterior. A posição setembro de 2022 fechou a sessão a US$ 7,53 1/4 por bushel, baixa de 19,50 centavos, ou 2,52% em relação ao fechamento anterior.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA