Preços do trigo seguem buscando ponto de equilíbrio no Brasil

353

Porto Alegre, 26 de novembro de 2021 – As cotações do trigo no Brasil seguem buscando um ponto de equilíbrio. No Paraná, a indicação de compradores fica por volta de R$ 1.650/tonelada (t). Para janeiro os últimos reportes ficaram por volta de R$ 1.700/t. Os produtores seguem dando preferência à negociação de grão de qualidade inferior (Trigo tipo 02, PH 75 e falling 200) saindo a R$ 1.400/t. Para produto de boa qualidade o interesse do vendedor fica a partir de R$ 1.750/t.

No Rio Grande do Sul, os compradores locais seguem na defensiva e as indicações no FOB oscilam entre R$ 1.500 e R$ 1.530 a tonelada. O porto segue sendo o principal destino das negociações. Os preços no porto (sobre rodas) ficam por volta de R$ 1.630/t em janeiro/22, em março a R$ 1.680/t e para junho R$ 1.700/t. No interior, o interesse do comprador fica por volta de R$ 1.500/t à vista e a R$ 1.530/t com pagamento em dezembro. Estima-se que os registros de negócios para exportação já alcancem mais de 1,5 milhão de toneladas, podendo alcançar até 2,0 milhões de toneladas. Com uma produção estimada em 3,45 milhões de toneladas e com o problema de DON ainda sendo uma realidade, o quadro de abastecimento gaúcho poderá ficar apertado no pico da entressafra.

Conab

A colheita de trigo atingia 91,7% da área até 20 de novembro. Segundo levantamento semanal da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), na semana anterior, o número era de 82,9%, Em igual período do ano passado, a colheita atingia 97,9%.

Paraná

O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, informou, em seu relatório semanal, que a colheita da safra 2020/21 atinge 99% da área estimada de 1,213 milhão de hectares, contra 1,136 milhão de hectares em 2019, alta de 7%.

Rio Grande do Sul

A colheita do trigo atinge 97% da área no Rio Grande do Sul. Na semana passada, eram 85%. Em igual momento do ano passado, os trabalhos atingiam 97%. A média dos últimos cinco anos para o período é de 96%. O clima foi favorável para o avanço dos trabalhos na última semana.

Argentina

A colheita do trigo atinge 32,8% da área na Argentina. Segundo a Bolsa de Cereais de Buenos Aires, a área plantada é de 6,6 milhões de hectares. A área apta para colheita fica em 6,47 milhões de hectares.


Em números absolutos, a ceifa atinge 2,123 milhões de hectares e acumula 5,187 milhões de toneladas. Os trabalhos avançaram 15,2 pontos percentuais na última semana. Com os bons rendimentos observados recentemente, a expectativa de produção foi reajustada de 19,8 para 20,3 milhões de toneladas.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA