Milho dispara à máxima desde julho em Chicago com tensão Rússia-Ucrânia

248

     Porto Alegre, 22 de fevereiro de 2022 – A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão de hoje com preços acentuadamente mais altos. Acompanhando o trigo, as cotações chegaram ao maior nível, numa base contínua, desde 14 de julho de 2021.

     O mercado teme que o reconhecimento pela Rússia de duas regiões separatistas da Ucrânia possa provocar um conflito que interromperia o fornecimento de trigo pelo Mar Negro.

     Os contratos de milho com entrega em março fecharam a US$ 6,74 3/4 por bushel, ganho de 20,50 centavos de dólar, ou 3,13%, em relação ao fechamento anterior. A posição maio de 2022 fechou a sessão a US$ 6,72 1/2 por bushel, alta de 19,75 centavos, ou 3,02% em relação ao fechamento anterior.

     Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA