Mesmo com efeitos climáticos, produção de soja e milho da Bom Futuro atinge 1,9 milhão de toneladas neste ano – Road-Show MT

478

Campo Verde, 9 de julho de 2024 – Mesmo enfrentando uma série de dificuldades por conta das intempéries climáticas, a produção de milho e soja da Bom Futuro deverá crescer 11,76% frente às 1,7 milhão de toneladas obtidas na temporada 2022/23, alcançando 1,9 milhão de hectares em 2023/24, segundo dados divulgados durante o Road-Show MT pelo gerente de Parcerias Agrícolas da Bom Futuro, Nahzir Okde.

Okde informa que a área de soja cultivada pela Bom Futuro em Mato Grosso ficou em 320 mil hectares em 2023/24, mas houve uma frustração pela seca nunca antes vista, o que trouxe percalços na produtividade, com áreas que acabaram não sendo colhidas. “Dependemos do clima todos os dias e entender e mitigar as mudanças abruptas é essencial, uma vez que ele gera impactos em termos de impostos e na economia como um todo. Se o agronegócio vai bem, o estado também vai bem”, pontua.

Para a temporada 2024/25, a expectativa é de que a área possa chegar a 332 mil hectares na área de atuação da Bom Futuro, sendo 54 mil hectares em Campo Verde. O plantio está previsto para começar em 7 de setembro, assim que se encerrar o vazio sanitário e a expectativa é iniciar a colheita em dezembro.

Para o milho safrinha, cuja colheita gira ao redor de 85% até o momento, Odke detalha que o atraso na safra de soja contribuiu para uma redução de 30% na área cultivada neste ano, que ficou em 70 mil hectares, levando em conta também questões de mercado, em meio aos preços mais baixos do cereal. Ainda assim, a produtividade média está sendo positiva, crescendo 3% frente à safrinha 2023. “A expectativa é de que os trabalhos sejam concluídos nos próximos 10 dias”, conclui.

A Safras News participa do Road-Show MT até o próximo dia 12. O evento é organizado pela Agronews e pela Texto Assessoria.

Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Safras News

Copyright 2024 – Grupo CMA