Preços do trigo ficam firmes no Brasil acompanhando Chicago, dólar e paridade de importação

81

Porto Alegre, 6 de maio de 2022 – Os preços do trigo seguem firmes no mercado brasileiro. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, os ganhos expressivos nas bolsas norte-americanas, na quarta e na quinta-feira; a firmeza das cotações na Argentina e o dólar acima de R$ 5,00 no Brasil formam o tripé de sustentação.

No Paraná, a média de preços está em R$ 2.000 por tonelada, com ganhos de 5,1% em relação ao mesmo período do mês passado e de 23,7% quando comparado à igual momento do ano passado. No Rio Grande do Sul, a média de preços no FOB interior é de R$ 1.955 por tonelada, com ganhos de 9,2% e de 26,1%, em relação ao mesmo período do mês e do ano passado.

Puxadas pela alta na Argentina e no câmbio, as paridades de importações estão quase 15% acima dos preços praticados no PR e no RS. Conforme o analista, em relação às cotações na Argentina, a força nas suas exportações e a estimativa de uma redução de área para a próxima temporada são os principais fatores altistas. “O trigo deve perder espaço para a cevada, uma vez que o primeiro mercado é controlado pelo governo. A cevada tem menos risco e, no sul da província de Buenos Aires, ganhará área anteriormente ocupada pelo trigo”, explicou.

Paraná

O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, informou, em seu relatório semanal, que o plantio do trigo da safra 2022 atinge 13%. A área é projetada em 1,167 milhão de hectares, queda de 5% ano a ano. Todas as lavouras de trigo apresentam boas condições de desenvolvimento, com 77% das lavouras em germinação e 23% em crescimento vegetativo. A safra 2022 de trigo do Paraná deve registrar uma produção de 3,859 milhões de toneladas, 20% acima do ano anterior.

Na área de atuação da Coopavel, que atua em vinte municípios do oeste e sudoeste do estado, a semeadura de trigo chega a 16%. Segundo fonte da cooperativa, que concedeu entrevista exclusiva à Agência SAFRAS, das lavouras plantadas, 65% estão em fase de emergência e 35% em desenvolvimento vegetativo. O rendimento médio está previsto em 3.530 quilos por hectare. A área a ser plantada está estimada em 112 mil hectares.

Canadá

O Canadá deve produzir 31,58 milhões de toneladas em 2022/23. Segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), em 21/22, foram 21,652 milhões de toneladas. As exportações do país são projetadas em 21,9 milhões de toneladas, contra 15,6 milhões no ano anterior.

O consumo do país é estimado em 9,18 milhões de toneladas. Os estoques ao início de 22/23 são estimados em 3 milhões toneladas. Os estoques finais são projetados em 4 milhões de toneladas na temporada.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA