CTC registra lucro de R$ 134 milhões na safra 21/22

157

     Porto Alegre, 17 de maio de 2022 – O CTC- Centro de Tecnologia Canavieira, líder em soluções de melhoramento genético para o setor de cana-de-açúcar no Brasil e listado no segmento BOVESPA MAIS (CTCA3), anuncia lucro líquido de R$ 134 milhões no ano safra 21/22, aumento de 23,9% em comparação a safra 20/21. O lucro recorde reflete a maior receita, EBITIDA e melhor resultado financeiro da companhia no período.

     No acumulado do ano 21/22, o EBITDA da companhia totalizou R$ 217,4 milhões, alta de 21,9% em relação à safra 20/21. A receita líquida registrada no período foi de R$ 421,5 milhões, crescimento de 24,7% em comparação ao ano anterior. O aumento da receita foi impulsionado pela maior receita de royalties decorrente do aumento de área plantada com variedades CTC, melhora no mix de receita de variedades e reconhecimento de receita de clientes inadimplentes. A área faturada aumentou aproximadamente 100 mil hectares, variando de 1,73 milhão de hectares em 2021 para 1,82 milhão de hectares em 2022.

     “Mantivemos um ritmo acelerado de crescimento do nosso negócio, com recordes no faturamento e lucro na Safra 21-22”, afirma Rinaldo Pecchio, diretor Financeiro e de Relações com Investidores do CTC. “Do ponto de vista de geração de caixa, também registramos um ano excepcional, com sólida posição de caixa e baixo endividamento, o que possibilita dar continuidade aos nossos programas de pesquisa e desenvolvimento para o aperfeiçoamento genético da cana-de-açúcar no Brasil”, destaca o executivo.

     Os investimentos em Pesquisa & Desenvolvimento do CTC totalizaram R$168 milhões no acumulado do ano, equivalente a 39,9% da Receita Líquida. No 4T22, os investimentos em P&D foram de R$ 47 milhões, alta de 5,7% em relação ao mesmo período do ano anterior, e reflexo da aceleração das atividades de P&D.

     “Na Safra 21-22 mantivemos também a tendência de crescimento das variedades premium, com melhora do nosso mix de produtos e maior retorno de receita de royalties. Nosso faturamento reflete uma taxa de 40% de market share de plantio, dos quais 55% foram de variedades elite”, destaca Pecchio.

ESG – Impactos Ambientais

     O compromisso com o meio ambiente está na essência do CTC. Ao desenvolver novas tecnologias com ganhos de produtividade, permitimos o crescimento sustentável do setor, com redução do impacto ambiental da produção agrícola em consequência da menor expansão da área de cultivo e necessidade de recursos e insumos. As informações partem da assessoria de imprensa do CTC.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA