Conheça os caminhos até a definição do preço do café

2941

Mesmo que as exportações e as receitas oscilem, o café segue com mercado em expansão ao redor do mundo e saber como funciona a definição do preço da commodity é importante para negociá-lo.

Além disso, estar atualizado sobre as condições de mercado também ajuda na tomada de decisões sobre a compra e a venda do produto. Explicamos de forma prática os caminhos para a definição do preço do café neste conteúdo em formato de infográfico. Faça o download e leia quando quiser, acesse este link.

📰 Para acompanhar, em tempo real, as notícias do mercado de Café e outras culturas agrícolas, faça parte do Telegram da Agência SAFRAS. Tudo acontece primeiro por lá!🚨

O consumo global de café demandou um volume físico equivalente a 167,68 milhões de sacas de 60 Kg, na safra 2020/21. A comparação com o ciclo anterior, revela aumento de 2%, segundo dados da OIC (Organização Internacional do Café).

“Os principais compradores de café do Brasil são Estados Unidos, Alemanha, Bélgica, Itália e Japão”, afirma o especialista em café, de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach.

Como o preço do café é definido

Por se tratar de uma soft commodity, a construção do preço do café depende de algumas variáveis. São elas:

1. Bolsas internacionais

O preço do café hoje tem duas referências internacionais. Para a cotação do café arábica, a principal fonte de preço é a bolsa de Nova York (ICE Futures US). Para o café robusta/conilon a referência é a bolsa de Londres (ICE Futures Europe).

2. Características

As características do café negociado interferem diretamente na determinação do valor da commodity. Os principais atributos são: 

  • Arábica ou robusta
  • O tipo da bebida
  • Origem
  • Tamanho do grão
  • Certificações recebidas
  • Rastreabilidade

3. Oferta x Demanda

O clássico cenário de interação entre oferta e demanda no mercado internacional também influencia na definição do preço do café. Porém, caso ocorra oscilação na produção de um segmento específico, a composição geral dos preços também pode ser afetada.

4. Estoques

Se os estoques (nacionais e internacionais) estiverem elevados, os preços tendem a se manter mais baixos em relação à média histórica. No entanto, se os estoques estiverem mais baixos, os preços tendem a se manter mais elevados.

5. Cálculo para estabelecer os valores de café

Diante destas variáveis, você se pergunta: como formar o valor em outros países e origens baseado na bolsa ICE? 

Por meio do preço FOB (Free on Board), que indica o preço do café cotado no porto de origem.

O preço FOB é derivado de uma somatória da cotação na ICE adicionado o diferencial, uma equalização entre o valor da bolsa e a origem do café. 

Vale destacar que este é um valor base, pois ainda devem ser descontados os custos logísticos e tributos para o deslocamento do café da região produtora até o porto de embarque.

Agora que você sabe quais são os caminhos para a definição do preço do café, quer aprender a se proteger contra os riscos de oscilações nos valores em suas negociações?

Conheça neste link o curso “Gestão Estratégica na Comercialização de Café”. Durante as aulas, você saberá como aumentar a rentabilidade de suas operações de compra e venda e aperfeiçoar suas práticas comerciais, envolvendo, tanto a negociação física, como a no mercado a termo e de futuros.