Cerradinho Bioenergia investe R$ 189 milhões para expandir fabricação de açúcar VHP

264

Porto Alegre, 31 de maio de 2024 – A Cerradinho Bioenergia, empresa do setor sucroenergético que produz etanol e seus coprodutos a partir de matéria-prima renovável, como a cana e o milho, vai dar mais um passo significativo em sua trajetória de diversificação. O Conselho de Administração da Companhia aprovou investimento de R$ 189 milhões para a implantação da segunda fase da fábrica de açúcar VHP (Very High Polarization), na planta da empresa, em Chapadão do Céu (GO).

A segunda fase da fábrica adicionará capacidade de produção de 20 mil sacos de 50kg de açúcar VHP por dia, o que equivale a 1.000 toneladas diárias. Somadas as capacidades das fases 1 e 2, a produção anual de açúcar da Cerradinho Bioenergia chegará a 540.000 toneladas. Este investimento estratégico reforça o compromisso da CerradinhoBio em ampliar o mix de moagem de cana para a produção de açúcar, diversificando ainda mais sua linha de produtos e fortalecendo sua posição no mercado.

O CEO da Cerradinho Bioenergia, Renato Pretti, destaca a importância deste projeto para o futuro da Companhia. “Aproveitamos um cenário favorável de preços de açúcar para dar mais competividade ao negócio, adicionando flexibilidade à nossa operação de cana-de-açúcar, que poderá ter um mix entre 70% açúcar/30% etanol e 0%/100% de etanol, uma posição diferenciada no nosso setor.”

A primeira fase da fábrica de açúcar da CerradinhoBio em Chapadão do Céu está em fase de conclusão. Já para a segunda fase, a previsão é de que inicie suas operações na primeira metade da safra 25/26.

Sobre o Grupo Cerradinho

O Grupo Cerradinho é composto por empresas nos segmentos sucroenergético, propriedades agrícolas, logística, postos de combustíveis e empreendimentos imobiliários. A CerradinhoBio, Neomille, CerradinhoTerra e CerradinhoLog atuam na produção e distribuição de biocombustíveis e energia. O Grupo inclui ainda, a Viiv e a Geração Futura, de empreendimentos imobiliários, além de postos de combustíveis. O controle acionário é da Cerradinho Participações S.A., holding de investimentos da família Sanches Fernandes, uma empresa de capital fechado que adota um sistema de governança corporativa moderno para gerir os negócios, em consonância com as melhores práticas existentes no mercado.

Sobre a CerradinhoBio

Empresa do Grupo Cerradinho, de capital aberto, cem por cento nacional, atua no setor de biocombustíveis e bioeletricidade. Possui um complexo industrial, em Chapadão do Céu (GO), com a capacidade de moagem de 10,5 milhões de toneladas de cana equivalente, por ano safra. Seu projeto de expansão inclui a produção de etanol e coprodutos a partir do milho com a empresa Neomille, com fábrica no mesmo complexo e a mais nova unidade, em Maracaju (MS), que totaliza a capacidade de produção em 13,6 milhões de toneladas de cana equivalente. Mais recentemente, anunciou um investimento da ordem de R$ 280 milhões para a construção de sua primeira fábrica de açúcar, também em Goiás. Gera 3.800 empregos, entre diretos e indiretos. A Cerradinho conta com experiência de mais de quatro décadas no setor sucroenergético.

As informações partem da assessoria de imprensa da empresa.

Copyright 2024 – Grupo CMA