Café decola em NY com apreensão com frio no Brasil e apresenta correção

164

     Porto Alegre, 11 de maio de 2022 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta quarta-feira com preços acentuadamente mais altos.

     O mercado teve um forte movimento de compras de fundos e de especuladores e depois de se aproximar na queda da terça-feira dos US$ 2,00 a libra-peso, encontrou forte recuperação e fechou ligeiramente abaixo de US$ 2,20. A apreensão com uma massa de ar frio que chegará nas regiões produtoras do Brasil na próxima semana, derrubando as temperaturas e gerando preocupações com geadas em algumas áreas, determinou a subida. A alta do petróleo fortíssima contribuiu para puxar o café para cima.

     O consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, afirma que o “gatilho” da alta é o clima, com o risco de geada. “O mercado estava caindo demais, perto de US$ 2,00 a libra-peso, e aproveitou o clima para reagir. É um movimento de proteção pelo clima”, aponta.

     Os contratos com entrega em julho/2022 fecharam o dia a 219,90 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 16,10 centavos, ou de 7,9%. A posição setembro/2022 fechou a 219,80 centavos, alta de 16,00 centavos, ou de 7,8%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA