Brasil tem possível concentração no mercado de carnes [Análise]

2074

Para a pecuária de corte, o recente movimento de alta do preço do boi gordo tem grande impacto na indústria local, podendo gerar uma possível concentração no mercado de carnes.

Em 2021, acentuou-se o diferencial de receitas entre frigoríficos habilitados a exportar carne para a China e aqueles que atuam apenas no mercado doméstico.

Para acessar as prováveis mudanças previstas no Mercado de Boi, clique aqui e receba um relatório completo e gratuito.

Em resumo, o mercado doméstico passa por um momento de descapitalização da economia e não consegue repassar o adicional de custo produtivo ao preço da carne. Assim, o consumidor médio deixou de comer carne bovina e voltou sua atenção para proteínas mais acessíveis, com ênfase à carne de frango.

A arroba do boi gordo atingiu patamar recorde em 2021. Em São Paulo, o preço de R$320 por arroba foi superado e a resiliência foi uma característica marcante para a pecuária nacional, com uma curva de preços muito acima dos patamares históricos.

O que pode causar a concentração no mercado de carnes

Esse ambiente resultou em mudanças de estratégia de algumas unidades. O primeiro passo notado foi a redução do volume de abate, com a opção de atuar com maior ociosidade, tentando mitigar os efeitos do aumento de custos.

Outras unidades, simplesmente, optaram por conceder férias coletivas aos funcionários e se ausentaram do mercado, aguardando por um momento de recuo de preços que, mesmo em plena safra de boi gordo, não aconteceu de maneira agressiva e teve curta duração.

Por fim, ficou evidenciado um efeito bastante nocivo ao mercado: o encerramento das atividades de algumas unidades frigoríficas e, consequentemente, o aumento de concentração de mercado.

Consequências desta possível concentração

Este é um problema que ganhará relevância na pecuária de corte brasileira. Os grandes frigoríficos têm a capacidade de suportar esse tipo de ambiente, mas as unidades de menor porte não contam com a mesma saúde financeira.

Os pecuaristas tendem a perder poder de barganha, enquanto o consumidor final lidará com menos opções nas gôndolas.

Portanto, a agroindústria de menor porte precisa contar com um plano estruturado de resgate para evitar esse tipo de consequência desagradável no médio e longo prazos.

Se quiser se tornar um negociador com habilidades completas, capaz de criar estratégias de comercialização para o setor, conheça o novo curso: “Estratégias de Comercialização e Tendências Gerais do Mercado de Boi Gordo”.

Com ele, você aprenderá a dominar tendências e variáveis do Mercado de Boi Gordo e a desenvolver estratégias de alta performance. Clique aqui e conheça o calendário e conteúdo do curso.

Caso queira conferir os desafios para os próximos anos no mercado da carne, clique e confira, de maneira mais ampla, as perspectivas feitas pelos especialistas de SAFRAS & Mercado.