Políticas impactariam decisão de plantio de trigo na safra 2022/23 na Argentina – Bolsa

175

     Porto Alegre, 23 de maio de 2022 – Para a campanha do trigo 2022/23 na Argentina, as políticas domésticas afetariam totalmente as decisões de plantio dos produtores. Além disso, o alto investimento necessário desencorajaria o produtor a orientá-lo para culturas menos sujeitas a restrições e com uso menos intensivo de insumos. Com isso, tanto a produção quanto as exportações seriam reduzidas em relação à campanha anterior, conforme relatório da balança comercial do segundo trimestre de 2022 da Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

     “O grande aumento no volume colhido durante a campanha 2021/22 impulsionaria a demanda, que atingiria o nível recorde de 22,04 milhões de toneladas. Tanto a moagem quanto as exportações aumentariam, atingindo 6,15 milhões de toneladas. A falta de umidade reduziria produção da campanha 21/22 na Argentina para 15 milhões de toneladas, respectivamente”, afirmou o relatório.

     No primeiro trimestre, as exportações atingiram 9,87 milhões de toneladas (82% para destinos fora do Mercosul), pouco abaixo do total exportado na campanha anterior. Para os próximos 8 meses, estão projetados 5,13 milhões de toneladas, sujeito ao limite imposto pelos volumes do balanço.

     Julieta Marino / Agência CMA LatAm

Copyright 2022 – Grupo CMA