Menor safra de milho dos EUA impulsiona ganhos em Chicago

130

     Porto Alegre, 12 de maio de 2022 – A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão de hoje com preços acentuadamente mais altos. O cereal repercutiu os dados do relatório de oferta e demanda de maio do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), divulgado no início da tarde. O USDA indicou a safra do país em um volume aquém do esperado pelo mercado para a temporada 2022/23.

     Os Estados Unidos deverão colher 14,460 bilhões de bushels na temporada 2022/23, abaixo da estimativa do mercado, que previa uma produção de 14,779 bilhões de bushels. Os estoques finais de passagem da safra 2022/23 foram estimados em 1,360 bilhão de bushels, acima dos 1,305 bilhão de bushels previstos pelo mercado. Os estoques finais de passagem da safra 2021/22 foram estimados em 1,440 bilhão de bushels, sem alterações ante o relatório de abril, enquanto o mercado previa estoques de 1,404 bilhão de bushels.

     A safra global 2022/23 foi projetada em 1.180,72 milhão de toneladas. O USDA estimou estoques finais da safra mundial 2022/23 em 305,13 milhões de toneladas, acima dos 295,6 milhões de toneladas previstos pelo mercado.

     A safra dos Estados Unidos em 2022/23 foi indicada em 367,30 milhões de toneladas. A estimativa de safra brasileira é de 126 milhões de toneladas. A produção da Argentina deve atingir 55 milhões de toneladas. A Ucrânia teve sua projeção de safra indicada em 19,5 milhões de toneladas. A África do Sul teve a safra prevista em 17,3 milhões de toneladas. A China teve sua estimativa de produção apontada em 271 milhões de toneladas.

     Para a temporada 2021/22, os estoques finais da safra mundial foram indicados em 309,39 milhões de toneladas, acima das 305,46 milhões de toneladas previstas no mês passado, enquanto mercado apostava em um número de 303,7 milhões de toneladas.

     Na sessão, os contratos de milho com entrega em julho fecharam a US$ 7,91 1/2 por bushel, ganho de 3,00 centavos de dólar, ou 0,38%, em relação ao fechamento anterior. A posição setembro de 2022 fechou a sessão a US$ 7,63 3/4 por bushel, alta de 11,75 centavos, ou 1,56% em relação ao fechamento anterior.

     Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA