IGP-10 tem inflação de 1,79% em janeiro – Soja sobe 2,92%

191

    Porto Alegre, 17 de janeiro de 2022 – O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) subiu 1,79% em janeiro. No mês anterior, o índice caíra 0,14%. Com esse resultado, o índice acumula alta de 17,82% em 12 meses. Em janeiro de 2021, o índice subira 1,33% no mês e acumulava elevação de 24,49% em 12 meses.

     “As acelerações observadas nos preços do minério de ferro (de -19,28% para 24,56%) e da soja (de -3,41% para 2,92%), itens de maior peso no índice ao produtor, orientaram o avanço da taxa do IPA, índice com maior influência sobre o IGP-10. Já a inflação ao consumidor e na construção civil apresentaram desaceleração em função da queda do preço da gasolina (de 5,50% para -1,51%) e de vergalhões e arames de aço (de -0,40% para -1,61%), nesta ordem”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

     O índice do grupo Matérias-Primas Brutas passou de -3,78% em dezembro para 5,43% em janeiro. As principais contribuições para o avanço da taxa partiram dos seguintes itens: minério de ferro (-19,28% para 24,56%), soja em grão (-3,41% para 2,92%) e milho em grão (-4,71% para 2,86%). Em sentido descendente, os movimentos mais relevantes ocorreram nos itens bovinos (11,28% para 2,73%), café em grão (10,83% para 4,24%) e cana-de-açúcar (3,08% para 1,53%). As informações são da Fundação Getúlio Vargas.

     Revisão: Rodrigo Ramos / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA