FMI rebaixa crescimento do PIB global para 4,4% em 2022

199

     São Paulo, 25 de janeiro de 2022 – Em um comunicado divulgado hoje pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), a entidade reduziu em meio ponto percentual o crescimento do PIB global em 2022. De 4,9% projetados em outubro de 2021, para 4,4% em janeiro de 2022.

     “A economia global entra em 2022 em uma posição mais fraca do que o esperado anteriormente. À medida que a nova variante Ômicron se espalha, os países reimpõem as restrições de mobilidade. O aumento dos preços da energia e as interrupções no fornecimento resultaram em uma inflação mais alta e mais ampla do que o previsto, principalmente nos Estados Unidos e em muitos mercados emergentes e economias em desenvolvimento”, aponta o documento.

     Segundo o documento, a previsão de crescimento do PIB dos Estados Unidos está em 4% em 2022. Da Alemanha, 3,8%; do Japão, 3,3%; do Reino Unido, 4,7%; da China, 4,8%; da Rússia, 2,8%, e do Brasil, 0,3%.

     O FMI prevê que o crescimento global seja de 3,8% em 2023. “A previsão está condicionada a resultados adversos de saúde caindo para níveis baixos na maioria dos países até o final de 2022, supondo que as taxas de vacinação melhorem em todo o mundo e as terapias se tornem mais eficazes”.

     O relatório do FMI aponta também o aumento das taxas de juros pelos bancos centrais no mundo. “Com isso, podem surgir riscos para a estabilidade financeira e os fluxos de capital, moedas e posições fiscais dos mercados emergentes e das economias em desenvolvimento – especialmente com os níveis de dívida aumentando significativamente nos últimos dois anos”.

     Outro risco citado pelo relatório são as tensões geopolíticas, além da emergência climática, que eleva o risco de desastres naturais.

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2022 – Grupo CMA