Café atinge preços mais baixos em 6 meses em NY com aversão ao risco

202

     Porto Alegre, 10 de maio de 2022 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta terça-feira com preços acentuadamente mais baixos.

     Em mais uma sessão volátil, NY voltou a cair significativamente e atingiu os patamares mais baixos em 6 meses. Foi a quarta sessão seguida de desvalorização.

     Foi mais um dia em que a aversão ao risco pesou sobre o café, que seguiu o movimento baixista do petróleo. Seguem as preocupações com a continuidade da guerra na Ucrânia e os lockdowns na China pela covid. Há temores sobre os efeitos no crescimento econômico global, em meio a um período de países elevando taxas de juros, com inflação e recessão, aspecto muito baixista para as commodities.

     Além disso, nos fundamentos, a sazonalidade da colheita da safra nova do Brasil, que vai evoluindo, também é fator de pressão.

     Os contratos com entrega em julho/2022 fecharam o dia a 203,80 centavos de dólar por libra-peso, desvalorização de 2,30 centavos, ou de 1,1%. A posição setembro/2022 fechou a 203,80 centavos, queda de 2,25 centavos, ou de 1,1%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2022 – Grupo CMA